Em um mercado onde o domínio no comando das organizações é de executivos com a missão de resolver problemas, Walter Longo expõe a necessidade cada vez mais urgente de líderes com a capacidade de gerar desafios, e que não se contentem com dogmas e padrões vigentes.

2 Comentários

  1. Interessante visão indo contra o que hoje é praticado no mercado brasileiro. Não se procura novos talentos, e sim se mantém o status quo. Como diz Walter é mais cômodo e garantido do que “produzir” problemas e mudanças.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário